domingo, 29 de setembro de 2013

A Felicidade

Felicidade é um estado de espírito presente. Não podemos ser felizes no passado, porque o passado é apenas uma lembrança, tampouco podemos ser felizes no futuro porque o futuro é apenas uma promessa. A Felicidade acontece num momento chamado AGORA.

Algumas pessoas dizem: “Não sou feliz, porque não tenho isso, ou aquilo...” 

Felicidade não é possuir tudo o que você deseja, mas aprender a amar tudo o que você possui. 
Ninguém além de você é responsável por sua felicidade. Outras pessoas podem colaborar, mas ninguém pode ser feliz por você. Busque amar o que você faz e fazer o que você ama. Sinta sua importância e a dos outros no cenário da vida. Tenha atitude para tornar as coisas que estão ao seu alcance melhores do que elas eram antes da sua chegada.

Um ser humano fantástico com uma missão muito nobre, chamado Paramahansa Yogananda, escreveu as seguintes linhas:
“Viva completamente cada momento presente e o futuro tomará conta de si mesmo. Viva intensamente o maravilhoso, o belo de cada instante. Pratique a presença da paz. Quanto mais você fizer isso, mais sentirá a presença desse poder em sua vida.”

Busque ser feliz agora! Não fique preso a momentos felizes ou tristes do passado. E não deixe a felicidade para depois!

Paz e Alegria,
Carlos Hilsdorf
Texto reproduzido de: https://www.facebook.com/vidacriativaa

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Responsabilidade e Compromisso com a Evolução.





Muito difícil e polêmico entrar em um tema como este, porém se faz necessário uma vez que estamos perdendo nossa divindade, percebo que a humanidade em alguns aspectos vem regredindo em sua evolução espiritual, um absurdo convivermos com tanta violência e o pior é ouvir pessoas com tanta informação e cultura, ser favorável a pena de morte e tortura à criminosos, independente do crime que esse ser tenha cometido, sua morte ou tortura-lo, não será a melhor punição ou reeducação que eles mereçam, só os farão mais violentos e vingativos.



Precisamos de leis mais rigorosas e menos benefícios a crimes hediondos, devemos lembrar que violência gera violência e nossa única arma contra essa onda de crimes é a união em busca de leis mais eficazes, educação, esportes e cultura a nossas crianças e amor incondicional ao próximo, que salve um deles ou que consigamos que uma criança não se torne, já seremos vitoriosos.

Espero que algo se faça em favor da humanidade, que voltemos a ser pessoas em plena evolução espiritual, sim é necessário que se faça algo para conter tanta violência e tirania, mas que seja algo plausível e com muita responsabilidade social e espiritual.

O perdão se faz necessário, não precisamos ser bobos ou idiotas, que simplesmente perdoa quem mata e quem comete atrocidades, mas que estas pessoas tenham de alguma forma uma maneira de tentarem se redimir e não há melhor maneira que um regime de prisão duro, rígido e com muito trabalho, estudos, esportes e religião e somente aqueles que durante um bom tempo cumprindo essas quatro funções, poderiam pensar em regime de progressão de pena e através de um programa muito sério de acompanhamento, talvez serem reintegrados a sociedade.

Vejam meus queridos amigos, a necessidade da humanidade em manter o controle da qualidade de vida, vamos investir nosso tempo e dinheiro em melhores escolas, atividades para que crianças não sejam aliciadas, buscar doar aquilo que nos sobra, tratar nosso próximo com amor e gentileza, cobrar das autoridades que parem de simplesmente criar programas de bolsa isso ou aquilo, sem nenhum tipo de orientação profissional e pessoal para estas pessoas, precisamos sim destes programas de distribuição de renda, mas devemos cobrar por isso, fazendo com que estas pessoas tenham no mínimo uma vez por semana, que desempenhar algum trabalho físico ou social, fazendo elas se sentirem importantes e uteis, pensem nisso e reflitam. 

Vamos criar um País de amor, trabalho e respeito ao seus cidadãos, comece dentro da sua casa a impor limites aos seus, mude seus hábitos e trate a vida com amor e alegria, trate o próximo como você gostaria de ser tratado, seja um ser humano melhor e garanta que nossas próximas gerações tenham um mundo mais harmônico e fraternal, temos que voltar a acreditar em um ser Superior que nos vê e está preparado para nos perdoar e também nos movimenta para o bem, voltemos a ser, seres de luz, pois somos feitos a imagem e semelhança de Deus, o que acham que isso quer dizer, no mínimo que temos que evoluir...
Faça o bem e lembre-se que gentileza gera gentileza.

Fraternalmente
Ir. Arlindo Chapetta

domingo, 22 de setembro de 2013

Família


Precisamos de qualquer forma, preservar o bem mais precioso da sociedade que é a Família, pois esta é a base de tudo, uma família bem estruturada e com princípios morais e éticos, forma uma comunidade bem esclarecida e motivada ao bem coletivo .

Com a desmoralização da família, passamos a perceber que a caridade, a fé e a esperança diminuíram bastante, pois se não temos princípios básicos de amizade, amor e fraternidade e fé, o qual é dado inicio no ventre de uma mãe e se enraíza através dos laços de amizade, respeito e educação passado de geração em geração pelos entes queridos da família, ficamos perdidos.

É necessário um trabalho muito forte das famílias e entidades civis para o fortalecimento da célula mater de nossa Pátria, não é ser saudosista ou retrógrado, só imagino que para controlarmos melhor a criminalidade, a corrupção e os diversos desvios de caráter que vemos hoje em dia, precisamos nos mobilizar e não deixar que digam que é Anacronismo nossa vontade de ver as famílias em ascensão, ou seja estamos fora de época.

Alguns conceitos de respeito, amizade, compreensão, fraternidade, fidelidade e amor, tem seus exemplos dentro da estrutura familiar, onde os pais servem de exemplo para os filhos e cobram que busquem as virtudes de um ser humano.

Lógico, sabemos que com essa correria do dia a dia, os equipamentos eletrônicos e o progresso, faz com que perdemos o foco, mas em nenhum momento, podemos abandonar nosso maior legado.

Peço que reflitam e se perguntem quando foi a última vez que conversou sem ter a frente um computador, TV e celular para atrapalhar com seu familiar, quando foi seu último almoço, beijo, abraço e um bate papo, se a resposta for.. faz tempo.. reflita e veja no que esta errando.

Se for problema de relacionamento, lembre-se, o perdão sempre virá do mais forte e preparado, fazer o bem ao próximo começa dentro da sua família, quebre suas barreiras e perdoe, quebre suas barreira e dê um abraço e um beijo naqueles que mais ama, seja um exemplo de cidadão ao seu familiar e mude nossa sociedade e vamos buscar o fortalecimento da “Instituição Família” aí sim, começamos a mudar nosso País, de dentro para fora...

Abraços Fraternais
Ir. Arlindo Chapetta

domingo, 15 de setembro de 2013

Comprometimento



Todo ser humano em algum momento da vida busca o sucesso, mas não estou falando do sucesso material financeiro e sim na forma geral, onde engloba praticamente tudo em nossa vida, pois ter sucesso é ter saúde, amor, filhos saudáveis e formados, amigos fiéis, trabalho honesto e produtivo, família unida, cultura, ser uma pessoa respeitada em sua comunidade e muitas outras coisas.

A busca pelo sucesso é incessante na vida de qualquer um, as lutas diárias para melhorar nossa vida são constantes, e como ter tudo isso sem o comprometimento e a dedicação, para conseguirmos nossa harmonia material e espiritual é preciso dedicar-se e principalmente comprometer-se com aquilo que busca.

Uma família necessita de amor, amizade e direcionamento pelo patriarca ou matriarca, mas como direcionar uma família para o bem, sem estar 100% comprometido com ela, muito difícil!... nós enquanto pais, irmãos, avôs e tutores devemos estar atentos a tudo que ocorre a nossa volta, qualquer desvio deve de imediato ser corrigido e orientado ao caminho do bem, mas como fazer isso, neste momento em que a família se tornou alvo da mídia e a cada dia sua estrutura como conhecemos, esta sendo destruída.

Em nosso emprego ou empresa, as coisas ficam cada vez mais acirradas, as disputas pelo poder e pela posse do material, estão ferrenhas e se você titubear fica para trás, mas e então como fazemos para controlar isso e não enveredarmos pelo lado da ganância e da inveja, derrubando nosso concorrente a qualquer custo, até em nossa comunidade, instituição e escola em seu mais amplo entendimento, está difícil de conviver com tanta busca pelo poder e posse de bens materiais, será que esta é a busca pelo sucesso, acho que não...

Meus queridos amigos, irmãos e familiares, basta termos a dedicação e o comprometimento de sermos pessoas do bem, sem inveja e que apenas se dedicam plenamente em tudo que fazem, que conseguiremos o tão almejado sucesso, não devemos em hipótese alguma nos aliar ao mal em busca da felicidade e sim devemos combater em todos os níveis a ignorância, o fanatismo e as paixões, termos comprometimento com a vida, natureza e com Deus, não se abater com qualquer coisa e ao acordar todos os dias peça para que teus inimigos não te alcancem em nenhum lugar deste mundo e do outro mundo, mesmo para aqueles que acredita não ter ninguém como inimigo.

Viva sua vida e tenha a dedicação e o comprometimento de fazer tudo com amor e alegria, em hipótese alguma desista de algo que deu início, pois o máximo que possa acontecer é ter aprendido mais alguma coisa e isto te servirá como base em novos projetos e adversidades, sua vida é o bem mais precioso que Deus lhe deu e saiba aprecia-la e principalmente seja você a ferramenta de boas novas e de amor.
Faça o bem e lembre-se gentileza gera gentileza e a dedicação de hoje é o resultado de amanhã.

Boa Semana a todos, fraternalmente;
Ir.: Arlindo Chapetta

terça-feira, 10 de setembro de 2013

A EGRÉGORA



A utilização do termo Egrégora pode gerar aos pesquisadores diferentes compreensões, mas afinal o que exatamente significa Egrégora? Algumas definições são bastante enfáticas: "Palavra que se tornou popular entre os espiritualistas, significa a aura de um local onde há reuniões de grupo, e também a aura de um grupo de trabalho" Outras definições são mais exóticas: 

"Egrégoras são entidades autônomas, semelhantes a uma classe de ‘devas’ que se formam pela persistência e a intensidade das correntes mentais, realizadas nos centros verdadeiramente espiritualistas; pois nos falsos, tais criações psicomentais se transformam em autênticos monstros, que passam a perseguir seus próprios criadores, bem como os freqüentadores desses centros".

Finalmente temos uma definição um pouco mais clássica: "Egrégora provém do grego egrégoroi e designa a força gerada pelo somatório de energias físicas, emocionais e mentais de duas ou mais pessoas, quando se reúnem com qualquer finalidade; a egrégora acumula a energia de várias freqüências, assim, quanto mais poderoso for o indivíduo, mais força estará emprestando a egrégora para que ela incorpore às dos demais".

Na média temos que: Egrégora é a somatória de energias mentais, criadas por grupos ou agrupamentos que se concentram, em virtude da força vibratória gerada, resultar ser harmônica.

Se considerarmos esta como sendo uma definição mais ou menos válida, podemos tecer algumas conclusões: Se a Egrégora é a somatória de energias, não há limites para que nível de freqüência seja a sua fonte criadora, assim pode existir em potencialidade Egrégoras com freqüências elevadas e egrégoras com freqüências vibratórias menos elevadas ou se preferirem, "negativas". A existência de diferentes freqüências reforça a antiga lei da dualidade entre o positivo e o negativo, ou ainda entre o claro e o escuro e o bem e o mal, embora esta última definição careça de uma análise mais profunda.

Se for, então, verdadeiro que a somatória de forças vibratórias ressonantes se somam no Éter, é provável que esta força criada seja capaz de prover seus geradores de potencialidades e esta hipótese se confirma pela manifestação material do que podemos chamar de energia construtiva (ou destrutiva), dos diversos grupos religiosos, esotéricos ou metafísicos.

Quer me parecer que o mais correto seria considerarmos a hipótese de que realmente possa existir uma Egrégora positiva construtiva, assim como pode haver uma egrégora negativa ou destruidora, até porque, se existe como conhecemos uma árvore da vida, cuja existência representa o caminho da queda e da reintegração, em última analise, também devemos considerar que para que esta árvore exista e permaneça ereta,  é necessário raízes, qual seja: outra árvore imersa na escuridão da terra. Em suma, o bem e o mal competem para o equilíbrio das forças. Aliás, o equilíbrio é o objetivo e não o caminho entre os extremos.

Talvez a pergunta mais enfática seja: qual é exatamente a fonte geradora desta energia potencial que anima e mantém uma Egrégora? Como fisicamente isto ocorre? Como as energias vibram em ressonância?
A resposta talvez esteja na constância, na geração uniforme e linear da mesma e única energia. Como isto pode acontecer?

Possa aí estar depositada a tradição do ritual e das cerimônias Templárias, das diferentes tradições, inclusive da Macônica. Tal qual um gerador ou dínamo, a permanência do eixo girando sempre no mesmo sentido, velocidade e harmonia é garantia da geração da energia elétrica que é o seu resultado.

O trabalho templário regular, constante, harmônico somado aos interesses superiores de seus praticantes é a fonte geradora de um nível vibratório elevado, alimentador constante de uma Egrégora capaz de gerar paz, evolução espiritual e conhecimento, aos que dela usufruem.

Esta tese também responde a uma questão importante. Diz a tradição, que para trabalhar no caminho do equilíbrio, não é permitido a "venda", negociação ou pagamento de graus ou conhecimentos, ou seja, num grupo iniciático, o dinheiro não pode e não deve ser uma preocupação, muito menos um objetivo, pois tal necessidade dentro de um Templo prejudicaria a própria energia potencialmente criadora.

Am. e Quer. Irmão – preste bastante atenção nas suas formas-pensamento, da próxima vez que adentrar ao seu Templo...

Sempre, Sempre e Sempre, para a Gloria do Grande Arquiteto do Universo.

Autor: Silvio Alves Branco - MI

domingo, 8 de setembro de 2013

Evolução Espiritual



Muita gente vem falando de evolução espiritual, mas que evolução é essa, o que seria realmente um ser evoluído, será que estaríamos falando de Deuses e Avatares como Jesus, Buda, Chrishna e Mitra ou de homens como Chico Xavier, João Paulo II, Papa Francisco, Madre Tereza de Calcutá.

Quando iniciamos nossa busca em prevalecer o espírito sobre a matéria, sempre nos perguntamos: “será que de agora em diante vou ter que virar Santo?”... Realmente, esta é uma pergunta muito difícil de responder, pois o limite do bom senso e do fanatismo é tênue por demais, e se não tomarmos cuidado, caímos no abismo da ignorância e loucura religiosa.

Acredito que para você viver bem consigo mesmo e conseguir a tão sonhada evolução espiritual, que tanto buscamos e precisamos, devemos seguir os caminhos da amizade, fraternidade, caridade, sabedoria, trabalho e perseverança, ou em outras palavras, vivermos de modo correto, ter os valores e condutas de um bom homem, valorizando o próximo, aspirar as coisas de forma harmoniosa, do que nem tudo que quero eu posso e principalmente, sabendo perdoar de forma que você não seja atingido pela maldade do rancor e da raiva.

Quando escrevemos sobre o assunto até que parece fácil, perdoar, ser um homem justo e correto com os demais, querer apenas aquilo que realmente necessitar, não ter pensamentos medíocres como a inveja, mas na verdade nada disso é fácil, estamos em guerra constante contra nossos pensamentos e atos, porém, vencer as batalhas diárias da opressão do mal é que nos diferenciará dos demais.

Não busco aqui falar de algo maior como a santidade do homem, que se quiser pode realmente conseguir, pois é feito a imagem e semelhança de Deus, mas sim de buscar o conhecimento do bem e das ações de amizade e fraternidade diária, lembrando sempre que gentileza gera gentileza.

Será que um belo sorriso, um gesto de amizade, uma ação de caridade, um gesto fraterno de respeito pelas pessoas, dividir aquilo que tem sobrando e de alguma forma nunca mais irá utilizar ou comer, estar atento aos pequenos detalhes que estão a sua volta, como um almoço em família, um braço em um filho, pai, mãe, esposa, irmão, amigo e se conseguirmos ir além disso, um domingo em um asilo ou hospital, acalmar sua alma e elevar seus pensamentos ao céu, talvez nossa tão sonhada evolução, e tudo isto não esteja na mais ampla visão de apenas uma palavra “SERVIR”.

Fraternalmente
Ir. Arlindo Chapetta

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Amor ao próximo




Tenho percebido algumas matérias na Televisão, Redes Sociais e nos meios de comunicação em geral, sobre doação e me fez refletir alguns comentários sobre o tema, será que estamos em guerra contra o bem e também, contra quem faz o bem para o semelhante, vejo campanhas de ajuda e manutenção à instituições filantrópicas e até algumas empresas e entidades, montando seus Institutos e Fundações para doar parte de seu patrimônio à aqueles que necessitam e criando estratégias de trocar parte de seus impostos por caridade.

E o que vejo são pessoas criticando estes grupos que postam ou dão publicidade aos seus atos de benemerência e com essa publicidade, tentam atrair mais pessoas e empresas para o problema maior que são os que carecem de ajuda, sei , que temos algumas entidades de fachada, mas a maioria não são e realmente querem dividir o mínimo possível e fazer alguém de alguma forma feliz.

Hoje nos meios de comunicação em geral são divulgados todo tipo de agressão a sociedade, assassinato, agressão, prostituição, traição, desmantelamento da instituição família, corrupção e muitas outras coisas que deturpam a alma e o ser humano, mas ninguém critica, porém quando umas destas instituições de filantropia ou até uma empresa, informa e mostra a doação de materiais a outras pessoas, logo vem as chamadas, eles só querem aparecer..., ou porque não doa em segredo..., no mínimo tem algo por traz...quem faz não precisa aparecer..., será mesmo que não precisa aparecer, pense nisto.

Analisem e Reflitam, será que não deveriam ser mais divulgadas as ações de filantropia e benemerência e com isso, traríamos mais pessoas pelo “Exemplo” a praticar tais ações e com essa divulgação e uma quantidade maior de pessoas trabalhando em pró dos necessitados em todas as esferas, fome, frio, câncer, sangue, medula óssea, portadores de dificuldades físicas e mentais e outras que não mencionei aqui, mas necessitam de acompanhamento e ajuda.

Vamos combater o mal com a divulgação do bem, faça algo de bom para alguma instituição em especial e divulgue, doe sangue e divulgue, vá doar refeição durante a noite na porta dos albergues e divulgue, vá a um asilo ou hospital visitar aqueles que estão sós e divulgue, faça acontecer, gentileza gera gentileza, mude o mundo através de sua atitude, seja no mínimo um exemplo aos seus filhos e já estaremos com muito menos pessoas necessitadas neste mundo e quanto mais Benemerência e Filantropia fizermos e divulgarmos o bem, menos problemas e coisas ruins teremos a nossa frente, realmente quero que pensem nisto e reflitam, mas com o coração aberto e desarmado...Faça acontecer, você pode.

Fraternalmente
Ir.: Arlindo Chapetta